Entre em contato

Qual tipo de telha devo usar no meu telhado?

Quando escolhemos um determinado tipo de telha temos que levar em consideração o projeto do telhado, qual modelo atende as necessidades técnicas atrelados a funcionalidade do produto, por exemplo, um projeto no qual a vários panos de telhado sobrepostos em pavimento superiores temos que observar a limitação quanto a inclinação dos panos, se no projeto constar telha cerâmica para 30% de inclinação, só poderá ser substituída por outra telha que atende esta inclinação ou menor, lembrando que o exemplo está vinculado a impossibilidade de alteração da inclinação, assim, se você escolheu uma telha que necessita de uma inclinação maior poderá correr o risco de infiltrações por retorno de agua e, em casos que já constatamos, perder a garantia do produto.

Se utilizar manta sub cobertura, posso trabalhar com inclinação menor que a indicada pelo fabricante da telha?

A manta sub cobertura é um produto no qual sua finalidade é isolação térmica retendo calor, frio, umidade, pequenas infriltrações e acumulo de sujeira na laje. Em nenhuma hipótese os fabricantes desses produtos constatam nas suas especificações que resolvem e garantem retorno de agua de telhados que não atendam a inclinação correta da telha utilizada. Resumindo o produto não corrige erro de instalação de outro produto, mesmo por que não é sua finalidade. Um telhado atendendo a todas as questões técnicas e bem executado tem durabilidade de 30 a 50 anos ou mais. A manta sub cobertura tem durabilidade menor, se o produto romper por desgaste, ou mesmo não suportar o retorno de agua, você não vai ter com quem reclamar. Lembre-se se o aparelho eletrônico não for bivolt você não pode colocar um de voltagem 110 vls na entrada de 220, vai queimar e perder a garantia.

Como calcular a inclinação do telhado?

O calculo de inclinação deve estar vinculado ao tipo de telha a ser utilizado no telhado, por exemplo, telhado com duas aguas onde cada agua tem sua extensão de 5,00 contado com o beiral, a telha escolhida foi esmaltada Vilhena gres que pede uma inclinação mínima de 35% ou em ângulos 19 ° 17. O calculo mais simples é usando o percentual de 35% sobre a extensão do pano, então 35% de 5 = 1,75 altura da cumeeira. Não deixe de considerar a altura da estrutura do telhado, que inclui, na maioria dos telhados, o madeiramento mais a telha.

Como calcular a quantidade de telhas?

Para calculo de telhas basta considerar a área do telhado inclinada com beirais e multiplicar pela quantidade de telhas por m2 orientada pelo fabricante com de percentual de percas, dependendo do fabricante entre 5 a 10 % do total, caso não tenha a inclinação você pode utilizar a tabela de fator de correção exemplo:
Devemos obter a área a ser coberta, incluindo o beiral e as sobreposições do telhado, para que não ocorra erro no quantitativo;
1º passo: Encontrar a área em planta e depois transformar em área inclinada;
Ex.: Você possui uma área de 12m x 10m = 120,0m² (esta área ainda não está corrigida para a inclinação solicitada), este é o próximo passo.
2º passo: Depois de encontrar a área em planta, devemos multiplicar pelo fator de correção (F.C.), correspondente a inclinação do telhado para obtermos a área inclinada

[aqui vai uma imagem]

Supondo que o telhado tenha 35%, pela tabela temos para inclinação 35%, Fator de Correção (F.C.) = 1,059. Desta forma, multiplicamos a área em planta pelo fator de correção: 120,00m² x 1,059 = 127,08m² e encontramos a área inclinada. 3º Passo: Multiplica-se a área inclinada pelo consumo de telhas por m²
Ex: Telha américa esmaltada vilhena = 12,7 telhas cobrem 1,0m², então área inclinada 127,08m² x 12,7 = 1613,91 arredondando 1614 pçs. Para trabalhar com segurança aconselhamos acrescentar 5% de perca, assim 1614 + 5% =
A quantidade que irá precisar arredondando é 1695 telhas

Qual estrutura utilizar no telhado?

Para definir o tipo de estrutura do telhado é necessário avaliar o projeto e principalmente a carga que a estrutura deverá resistir e se os pontos de apoio estruturais da edificação suportam o peso total do telhado. Muitos projetos quase sempre são readequados na fase final justamente pela indecisão do tipo de cobertura a utilizar. Temos no mercado estruturas mais convencionais como a de madeira ( mais utilizada em obras residenciais e também em outros tipos), estruturas metálicas ( mais utilizadas em estruturas comerciais ), estrutura em aço galvanizado ( estrutura utilizada em obras residenciais e cada vez mais sendo ampliada sua área de utilização), estrutura em perfil de alumínio ( agora também para telhados residenciais, novidade no mercado ). O ideal mesmo é verificar qual se enquadra na necessidade do seu projeto.

Quais são as vantagens da estrutura de madeira?

A estrutura de madeira atende a maioria dos projetos, além de ser um material resistente, se aparente agrada a todas expectativas. Vale ressaltar que a qualidade da madeira é fundamental, existem no mercado vários tipos de madeira que se adequam na estruturação de telhados, mas algumas tem mais resistência que outras, outras com mais propensão a pragas ( cupins ) requer tratamento, assim, se você decidir por uma estrutura de madeira você além do preço se deve avaliar todos os fatores. Se esta em duvida do tipo de madeira e suas características pesquise no site do IPT – Instituto de pesquisas tecnológicas, você encontrará as características da maioria as espécies de madeira.

Faça seu Orçamento